Empanada de Sardinha

Gosto de usar peixe em conserva nos meus cozinhados. E não pensem que é menos saudável. É saudável e muito saboroso e as melhores conservas são as nacionais. Ou não vivessemos nós num país em que as tradições piscatórias estão tão enraizadas. Daí as melhores fábricas de conserva de peixe estarem localizadas no nosso país. 
Exemplo disso é o mais recente parceiro do Sweet Gula, as Conservas Nero. Localizada no norte do país, esta empresa familiar prima pela qualidade e revivalismo dos produtos que oferece. José Nero, o homem que lidera a empresa, recuou no tempo e ressuscitou as antigas embalagens de atum Catraio, a sardinha Georgette e o bacalhau Naval. E digam lá que não estão lindas?!

A receita foi adaptada da revista Bimby de Maio de 2012 e foi preparada para esta parceria. Garanto desde já que é uma receita muito boa, que rende bastante e fica deliciosa, acompanhada de uma salada de rúcula e tomate cherry.




Ingredientes:
{para a massa}
50 gr. de água
50 gr. de azeite
50 gr. de vinho branco
90 gr. de banha (em opção usei Vaqueiro Alho)
20 gr. de fermento de padeiro fresco
450 gr. de farinha tipo 65
1 ramo de alecrim fresco picado Aromáticas Vivas
1 ovo médio
1 c. (chá) de sal

{para o recheio}
30 gr. de azeite
2 dentes de alho
100 gr. de cebola às rodelas
80 gr. de pimento verde e/ou vermelho em tiras
sal q.b.
pimenta q.b.
oregãos frescos Aromáticas Vivas q.b.
1 ovo batido para pincelar

Método Tradicional:
Trabalhe a massa, dispondo a farinha numa tigela. Faça um buraco ao centro e adicione os ingredientes líquidos. Envolva bem, adicione o ingredientes sólidos e amasse bem durante alguns minutos até obter uma massa homogénea e que desprende dos dedos. Retire, forme uma bola e deixe levedar.

Leve uma frigideira ao lume com o azeite e os dentes de alho picados. Adicione a cebola em rodelas, o pimento, o sal  e a pimenta e deixe refogar até a cebola alourar e o pimento ficar macio.

Método Thermomix-Bimby:
Coloque no copo a água, o azeite, o vinho, a banha e o fermento e programe (1min30seg/37ºC/vel2). Adicione a farinha, o alecrim picado, o ovo e o sal e amasse (2min/vel Espiga). Retire, forme uma bola e deixe levedar.

Coloque no copo o azeite e o alho e pique (8seg/vel5). Adicione a cebola em rodelas, os pimentos, o sal e a pimenta e refogue (5min/Varoma/vel1/Colher Inversa).

____________________()()()()()____________________

Pré aqueça o forno a 200ºC.

Divida a massa em 2 partes iguais. Sobre uma folha de papel vegetal estenda uma das partes da massa. Coloque sobre o tabuleiro de forno e distribua o recheio pela massa, deixando 2cm de borda livre. Disponha as sardinhas e polvilhe com oregãos frescos. 
Estenda a outra parte da massa sobre papel vegetal e cubra a empanada. Feche bem as bordas, usando um garfo ou os dedos. Faça um pequeno corte no centro para que saia o vapor. Pincele com o ovo batido e leve ao forno a 200ºC cerca de 30 minutos. Sirva com uma salada de tomate cherry e rúcula.






















14 comentários:

  1. Célio, que aspecto fantástico! E concordo plenamente, temos muito boas conservas, que fazem pratos deliciosos. Fiquei com vontade de experimentar esta massa, pois nunca fiz (normalmente compro já feita no ElCorteIngles...).
    Beijinhos
    Lena
    Cooking blog

    ResponderEliminar
  2. Que empanada linda.

    ______________________
    ♠ Ana Teles | Telita ♠
    blog: Telita na Cozinha

    ResponderEliminar
  3. Tudo neste post é delicioso: a empanada (adoro empanada de peixes e esta tem óptimo aspecto!), as embalagens das conservas nero, as fotografias! Muito bom prato para dar uso às Georgette, sim senhor :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que empada maravilhosa!!!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Adoro as conservas nacionais.
    E adoro empanadas! Ficou linda Célio.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Ficou linda, um tom fantástico e a massinha tem um ar mesmo apetitoso!
    Bj

    ResponderEliminar
  7. Olha sabes que nao me lembro destas conservas? Já dei voltas à cabeça e nao me lembro mesmo!!
    Gostei muito deste teu gesto nacionalista de defender o que é nosso, e muito!! E eu assino por baixo qd dizes que temos das melhores conservas, porque de facto é a realidade! E apesar de muitos pensarem o contrario, sao de facto excelentes mesmo para a saude!!
    Olha mas a minha saude fica mto debilitada, quando vejo estas tuas receitas!!! Adoro sardinhas e em lata, pois então! E o o facto de a teres vestido com esta massa de empanada, ainda me deixa mais debilitada!! De repente deu-me uma fomeca!!! ;)
    É sempre um gosto passar aqui!!
    Beijinhos,
    Mena

    ResponderEliminar
  8. Ficou, sem dúvida uma empanada linda e acredito que igualmente saborosa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Olá Célio,

    o que é português é bom!! e fico feliz por a industria conserveira estar a voltar em força pois lembro-me que durante muitos anos foi posta um pouco de lado. É bom reactivar as indústrias que nos deram estabilidade na economia. Aqui não encontro desta marca mas há de outras portuguesas e fazem parte da minha lista de compras.
    A tua empanada está linda, dá mesmo vontade de comer tudo!!

    beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Está linda. Deve ser uma delícia.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Olá Célio,

    Por acaso nunca me acanhei em utilizar peixe em conserva seja para o comer simples com um acopanhamento, como para o usar em receitas !
    Gosto e recomendo, é verdade que temos conservas excelentes e de muito boa qualidade por isso não há mesmo o que temer ! :)
    Sou adepta da máxima de que "o que é nacional é BOM", por isso sempre procuro dar a oportunidade aos "nossos", não recusando os "outros" ! :)

    A tua empanada está perfeita, muito bonita e muito apetitosa ! :)
    Parabéns pela parceria e boa sorte no desafio !

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  12. Eu adoro usar conservas. De preferência nacional porque são ótimas.
    Fiquei com muita vontade de experimentar esta tua receita!
    Parabéns pela parceria e boa sorte!

    ResponderEliminar