Tarteletes de Mascarpone, Figos e Mel


Adoro fruta no geral, mas a fruta de verão tem para mim um sabor especial. Não sei se é pela sua abundância e variedade, pelo sabor ou pelas memórias que guardo da infância e das longas tardes de verão, que passava com a minha mãe a colher das nossas árvores a fruta mais doce e sumarenta. Por esta altura a figueira estava carregada dos mais doces figos "pingo de mel". O que eu adorava colhê-los directamente da árvore e comê-los ali mesmo, à sombra da enorme figueira que havia sido plantada muitos anos antes pelo avô Agostinho. Na vinha já se colhiam os primeiros cachos de uvas, tão doces e douradas pelos raios de sol. Na frente da casa existia sempre uma variedade "morangueira", cujas uvas amadureciam mais tarde, mas eram doces como o mel. Essa videira ainda existe, passados tantos anos. As macieiras e as pereiras também já se encontravam bem carregadas e em pouco tempo colheríamos as primeiras maçãs e peras da temporada. E as amoras, claro. Podia passar horas no meio das silvas a colher amoras. Muitos arranhões depois e algumas nódoas na roupa, lá vinha eu, feliz e contente com uma taça cheia de amoras. Toda esta fruta era por nós consumida, outra era oferecida a vizinhos e familiares e aquela mais madura, que muitas vezes caía das árvores, era dada a comer aos animais.


De toda esta fruta, arrisco a dizer que os figos são mesmo os meus preferidos. Adoro figos e é na sua forma natural que mais gosto de os comer. Mas quando existe abundância, não resisto a fazer uma ou outra sobremesa com eles. Na semana passada fui ao mercado e encontrei uma banquinha com uma senhora já de uma certa idade que estava a vender figos. Eram tão lindos e cheiravam tão bem que não resisti a trazer comigo uma generosa quantidade. Dois dias depois houve uma tia que me ofereceu mais uns quantos e na hora eu decidi que queria fazer uma sobremesa com eles. Figos combinam sempre bem com frutos secos como a noz e a amêndoa mas também com queijos. Como me apetecia uma sobremesa fresca, decidi preparar estas tarteletes com mascarpone, figos e mel, uma combinação vencedora, numa base amanteigada que se desfaz na boca. Servi com pistácios picados e obtive uma sobremesa deliciosa para estes dias, que ainda são de Verão. Experimentem!





Tarteletes de Mascarpone, Figos e Mel

Ingredientes: (para 6 tarteletes com Ø10 cm)
{para a massa}
| 270 g de farinha s/ fermento
| 3 c. (sopa) de açúcar amarelo
| 1 pitada de sal
| 165 g de manteiga fria
| 1 c. sopa de água fria
{para o recheio}
| 250 g de mascarpone
| 150 g de natas c/ 35%min MG
| 3 c. (sopa) de açúcar em pó
| 6 figos
| 1 c. (sopa) de pistácios picados
| mel qb

Preparação:
1 . Prepare a massa, misturando numa taça a farinha o açúcar e o sal. Junte a manteiga fria, em pedaços e com as pontas dos dedos vá misturando até obter uma mistura areada. Aos poucos vá adicionando a água fria e amasse até conseguir uma mistura homogénea e moldável (em alternativa, coloque todos os ingredientes num robot de cozinha e misture alguns segundos numa velocidade média-alta). Forme uma bola, envolva em película aderente e leve ao frigorífico durante 30 minutos.

2 . Pré-aqueça o forno a 180ºC.

3 . Transfira a massa para uma superfície ligeiramente enfarinhada e divida em 6 partes iguais. Estenda cada uma delas com o rolo formando 6 círculos de massa com cerca de Ø12-13 cm. Forre as seis formas de tarteletes com cerca de Ø10 cm e apare os bordos com uma faca.

4 . Pique a massa das tarteletes com um garfo e leve ao forno durante 15 minutos ou até que comecem a ficar douradas. Retire e deixe arrefecer sobre uma grelha à temperatura ambiente.

5 . Prepare o recheio, batendo ligeiramente o mascarpone. Junte as natas, que devem estar bem frias, o açúcar em pó e bata novamente até atingir a consistência desejada. 

6 . Distribua o recheio pelas tarteletes, alisando com uma colher. Corte os figos em quartos ou metades e ditribua sobre o recheio. Polvilhe com pistácios picados e regue com um fio de mel.  




Quadrados de Alperce e Pistácio


Por incrível que pareça, este é o primeiro post deste mês de Agosto. Um Agosto que já vai avançado e não se faz esperar. Que aos poucos nos vai lembrando que já não falta assim tanto para o Verão terminar. Sim, o tempo passa demasiado rápido e por mais coisas que queiramos fazer, alguma ficará por concluir. Por aqui contamos os dias para ir de férias. Ansiamos por uns bons momentos de descanso mais a sul, nos sítios onde sempre somos tão felizes. Esperam-nos muitos passeios à beira mar, mergulhos na água salgada e muitos banhos de sol. Num ano atípico que se está a revelar um verdadeiro desafio, mais do que nunca, estes dias são necessários. Mas entretanto e enquanto os dias quentes continuam por cá, vamos aproveitando tudo o que de melhor a estação tem para oferecer. Esta é uma altura em que existe uma grande variedade de fruta. Eu confesso que os frutos de Verão são os meus preferidos. Os morangos, os pêssegos, os alperces, as melancias, os melões, as amoras, os mirtilos e as framboesas, os figos e as ameixas e também as uvas que são doces como o mel. Adoro comer fruta no seu estado natural, mas quando há excessos, nada melhor que preparar deliciosas sobremesas.


Estes quadrados de alperce, que já desfilaram pelo Instagram, já eram para estar aqui há mais tempo. Ainda se encontram alperces à venda e, acreditem, os últimos são sempre os mais docinhos. Mas caso não os encontrem, podem sempre substituí-los por pêssegos, por ameixas, até por figos, amoras ou maçãs. O resultado será igualmente delicioso. Se forem gulosos como eu, sirvam-nos acompanhados de uma bola de gelado. Esta é daquelas receitas que não só vale a pena experimentar, como vocês irão querer repeti-la vezes sem conta e com outras frutas. As várias texturas, uma base crocante de bolacha e uma cobertura de crumble e pistácio deliciosa, combinam na perfeição com o recheio meio ácido e doce, perfumado pela baunilha. É mesmo uma perdição e só vão querer comer mais, fatia atrás de fatia. Aproveitem estes dias para descansar, experimentem esta receita e fiquem a par de todas as novidades que vou partilhando no Instagram.





Quadrados de Alperce e Pistácio
(receita adaptada do blog Now Forager)

Ingredientes:
{para a base}
| 170 g de manteiga à temp. ambiente
| 100 g de acúcar branco
| 65 g de açúcar amarelo
| 1 pitada de sal
| 1 c. (chá) de extrato de baunilha
| 280 g de farinha s/ fermento
| 1 c. (sopa) de pistácios picados
{para o recheio}
| 10 alperces, s/ caroço e em quartos
| 3 c. (sopa) de açúcar + qb para polvilhar
| 1 c. (sopa) de amido
| 2 c. sopa) de sumo de limão
| 1/2 vagem de baunilha (só as sementes)

Preparação:
1 . Pré-aqueça o forno a 190ºC. Unte com manteiga e forre com papel vegetal uma forma quadrada com 20 cm.

2 . Prepare a base, colocando na taça da batedeira a manteiga, os açúcares, o sal e a baunilha. Bata durante 2 minutos até obter um creme homogéneo. Raspe as paredes da taça com uma espátula e adicione a farinha, incorporando-a até obter uma mistura areada (não bater demasiaso). Retire 1/3 da massa e use a ponta dos dedos para formar pequenos pedaços. Reserve no frigorífico até ser usada.

3 . Coloque a restante massa na forma e pressione com os dedos, formando uma única camada uniforme. Pique ligeiramente a massa com um garfo (isto evita que ela cresça) e leve ao forno durante 18 minutos ou até que comece a ficar dourada. Retire do forno e deixe arrefecer enquanto prepara o recheio.

4 . Numa taça misture os alperces com o açúcar, o amido, o sumo de limão e as sementes de baunilha. Espalhe esta mistura sobre a massa e por cima polvilhe com os pedaços de massa anteriormente reservada. Polvilhe com mais um pouco de açúcar e os pistácios picados.

5 . Leve ao forno durante 55-60 minutos ou até que fique bem dourado. Retire do forno e deixe arrefecer sobre uma grelha. Depois de frio corte em 16 quadrados iguais e sirva.






Salada Thai de Quinoa e Amendoim


Por aqui continuamos em modo saladas. Leves, frescas, mais simples ou mais compostas, deliciosas e nutritivas e sempre muito coloridas. Enquanto o tempo quente permitir, irei tirar partido de todos os ingredientes frescos da estação e com eles fazer combinações deliciosas. Sabe tão bem trazer o Verão para a mesa em pratos que nos fazem sorrir e dão mesmo vontade de comer. E se no último post apresentei algumas dicas de como tornar uma salada mais colorida, hoje venho dar uma sugestão de como tornar uma salada mais rica e nutritiva. Não são precisos muitos ingredientes, basta por vezes usar os ingredientes certos. Certamente já ouviram falar da quinoa. Para mim também era um ingrediente desconhecido, mas desde que provei este grão e fiquei a conhecer todas as suas propriedades nutricionais, que passou a fazer parte das refeições cá de casa, o ano inteiro. Sabiam, por exemplo, que a quinoa é o alimento de origem vegetal mais completo, que contém todos os aminoácidos e vitaminas essenciais ao bom funcionamento do corpo humano?!


Por ser rica em proteína e pelas suas características nutricionais, a quinoa é considerada um superalimento. É, por isso, o ingrediente perfeito para enriquecer as nossas saladas de Verão e assim podermos usufruir de todos os seus benefícios. Tem ainda a vantagem de poder ser cozinhada com bastante antecedência, nas meal preps, por exemplo e ser conservada do frigorífico, estando pronta a ser usada em qualquer momento. No artigo "Como cozinhar quinoa, o superalimento amigo das saladas", que escrevi em colaboração com o Alegro, ficam a conhecer melhor este ingrediente, a sua origem, os benefícios e ainda a melhor forma de a introduzir numa alimentação diária e equilibrada. Convido-vos a  ler o artigo completo, para isso só têm de visitar o site Alegro e assim ficar também a conhecer todas as novidades e as melhores sugestões e dicas dos Centros Alegro.



(artigo escrito em colaboração com o site Alegro)

Como Cozinhar quinoa, o superalimento amigo das saladas 

Até há bem pouco tempo era desconhecida por muitos, mas a procura deste alimento, assim como o seu consumo, têm aumentado a olhos vistos, principalmente por pessoas que optam por ter um estilo de vida mais saudável. Actualmente já é fácil encontrar quinoa à venda nos supermercados e apesar do seu custo ainda elevado, quando comparado com o do arroz ou da batata, este é um alimento completo e nutricionalmente muito interessante.
Sendo um alimento tão versátil e nutritivo, torna-se bastante fácil criar receitas com quinoa... o único limite será a sua imaginação! Saiba como cozinhar quinoa, quais os seus benefícios e... aproveite para prova-la nesta deliciosa salada Thai!

O que é a quinoa?
Apesar de muitas vezes ser confundida com um cereal, sendo preparada e consumida da mesma forma, a quinoa é antes um grão que tem a sua origem no Peru e que foi trazida pelos Incas. Considerada por aquele povo "a mãe de todos os grãos", na verdade e tecnicamente falando, a quinoa é um pseudo cereal que, devido à sua percentagem de hidratos de carbono e aminoácidos, se assemelha às leguminosas. 

Existem diferentes tipos de quinoa e cada um deles apresenta características diferentes. As variedades mais comuns são a quinoa branca, a preta e a vermelha. A quinoa branca é a mais usada, sendo também a mais suave em termos de sabor. Já a quinoa vermelha é a mais completa no que diz respeito à quantidade de aminoácidos essenciais.

Os benefícios da quinoa
  • Por ser muito rica em proteína, a quinoa é considerada um superalimento. 
  • É o alimento de origem vegetal mais completo, que contém todos os aminoácidos e vitaminas essenciais ao bom funcionamento do corpo humano, sendo por isso um alimento ideal para ser consumido tanto por crianças, como por adultos que seguem dietas rigorosas e também por desportistas. 
  • Os benefícios da quinoa passam ainda por (...)
(podem ler o artigo completo aqui)



Salada Thai de Quinoa e Amendoim

Ingredientes:
| 1 chávena de quinoa cozida
| 1 cenoura em juliana
| 1/2 couve roxa em juliana
| 1 pimento amarelo em tiras finas 
| 3 cebolinhas em rodelas
| 1 cebola roxa pequena picada
| 1 chávena de grãos de edamame
| 1/2 chávena de mini maçarocas de milho em metades
| amendoins torrados
| coentros picados para servir
{para o molho de amendoim}                                   
| 1/3 de chávena de manteiga de amendoim
| 4 c. (sopa) de água
| 3 c. (sopa) de molho de soja
| sumo de 1/2 lima
| 1 c. (sopa) de óleo de sésamo
| 1/2 c. (chá) de gengibre em pó
| 1 pitada de piri-piri

Preparação:
1 . Comece por preparar o molho de amendoim, misturando numa taça todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea e cremosa. Se necessário rectifique os temperos e acrescente mais água até atingir a consistência desejada.

2 . Numa tigela larga disponha a quinoa cozida, misturando-a com os restantes ingredientes. Adicione o molho de amendoim e volte a envolver.

3 . Sirva a salada de quinoa polvilhada com coentros picados, amendoins torrados e umas gotas de sumo de lima.






Salada de Laços com Vegetais com Pesto de Rúcula e Salmão Fumado


O Verão instalou-se, os dias quentes estão aí em pleno e as saladas são rainhas à mesa. Leves e coloridas, cheias de sabor e preparadas com ingredientes frescos. Gosto da simplicidade destes pratos que nos permitem variar na combinação de sabores e ingredientes, conforme o que nos apetece. Da horta chegam os legumes mais frescos, os tomates que amadurecem todos ao mesmo tempo e que estão agora no seu auge de sabor. Do mercado vêm alguns frutos sazonais. Gosto de usar fruta nas saladas, especialmente os pêssegos e os morangos, mas também a manga e o ananás. Dão um toque extra de sabor às nossas saladas, tornando-as mais ricas e saborosas. 


Pratos simples e cheios de cor, unidos pelo sabor e tempero de um bom molho. A imaginação não tem limites no que toca a misturar ingredientes sazonais. As saladas não têm de ser aborrecidas, mas sim saborosas e coloridas. A sugestão de hoje tem uma base de folhas frescas de rúcula e os Laços com Vegetais, também conhecidos por Farfalle Tricolore, da Nacional. Estes laços são preparados com tomate e espinafres, uma combinação saudável e saborosa que vai dar ainda mais cor aos nossos pratos. Combinam bem com outros ingredientes e são perfeitos para usar em saladas frias. A envolver todos estes ingredientes, um delicioso pesto de rúcula que se prepara num abrir e fechar de olhos e que combina na perfeição com o salmão fumado. Não deixem de experimentar esta sugestão deliciosa que podem encontrar, juntamente com tantas outras receitas de fazer crescer água na boca, no site da Nacional. Aproveitem o Verão e todas as coisas boas que ele tem para oferecer.






Salada de Laços com Vegetais com Pesto de Rúcula e Salmão Fumado

Ingredientes:
{para o Pesto de Rúcula}
| 60 g de amêndoas s/ pele
| 4 dentes de alho
| 60 g de rúcula
| 60 g de queijo parmesão
| 1 pitada de sal
| 150 ml de azeite
| 1/2 c. (sopa) de sumo de limão                      
| pimenta preta
{para a salada}
| 100 g de rúcula
| 10 tomates cereja
| 1/2 chávena de pesto de rúcula
| 150 g de salmão fumado
| sementes de sésamo preto

Preparação:
1 . Prepare o pesto de rúcula, levando uma frigideira ao lume com as amêndoas, tostando-as ligeiramente e mexendo sempre para não queimarem.

2 . Coloque as amêndoas e os restantes ingredientes num robot ou processador de alimentos e triture durante alguns segundos até obter uma pasta homogénea e com a consistência desejada. Se necessário rectifique os temperos. Transfira o pesto para um frasco hermético e conserve no frigorífico.

3 . Leve uma panela ao lume com água, sal e um fio de azeite e deixe ferver. Coza os Laços com Vegetais da Nacional, seguindo as instruções da embalagem. Retire do lume, escorra e deixe arrefecer.

4 . Numa taça larga disponha a rúcula, os laços com vegetais, os tomates cereja cortados em metades e o pesto de rúcula. Envolva tudo e junte o salmão fumado em pedaços. Volte a envolver e sirva a salada polvilhada de sementes de sésamo.