Tarte de Cogumelos

Quando recebi da parte da ii - SHiiTAKE uma caixa de cogumelos shiitake biológicos, idealizei na hora fazer esta deliciosa tarte. Ora, sendo um produto de qualidade, e ainda mais biológico, coisa a que cada vez dou mais valor, tentei tirar partido disso e fazer uma tarte o mais saudável possível. Substituí as natas por iogurte natural e usei farinha integral na massa.
O resultado?! Não podia ser melhor. Uma deliciosa tarte de cogumelos que foi o meu almoço de hoje, acompanhada de uma salada de tomate e alface.


Ingredientes:
[para a massa]
| 125 gr. de farinha de trigo
| 125 gr. de farinha de trigo integral
| 60 gr. de farinha de milho
| 90 gr. de margarina vegetal
| 1 pitada de sal
| 1 ovo biológico
| 1 dl de água

[para o recheio]
| 1 fio de azeite
| 1 noz de manteiga
| 2 dentes de alho
| 1 cebola roxa
| 100 gr. de cogumelos Paris
| folhas de oregãos frescas
| 1/2 c. (chá) de sal
| pimenta moída na hora
| 1 iogurte natural
| 1 dl. de leite
| 2 ovos biológicos
| 100 gr, de queijo ralado
| noz moscada

Método Tradicional:
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Prepare a massa, misturando as farinhas numa taça. Adicione a margarina e amasse com os dedos. Faça um buraco ao centro e adicione o sal, o ovo ligeiramente batido e a água. Amasse tudo muito bem com as mãos durante alguns minutos, até a massa despegar dos dedos e ficar moldável.
Forme uma bola e numa superfície enfarinhada estenda a massa com o rolo, dando-lhe o formato da tarteira. Coloque a massa na tarteira e corte o excesso nos bordos. Pique o fundo com um garfo. Leve ao forno durante 10 minutos.
Enquanto isso, prepare o recheio. Coloque um wok ao lume com um fio de azeite e uma noz de manteiga. Adicione a cebola e o alho picados finamente e deixe refogar um pouco. Adicione os cogumelos já lavados e laminados e deixe cozinhar até que a água dos cogumelos evapore. Tempere com folhas de oregãos frescas, sal e pimenta moída na hora. 
Retire a massa do forno e espalhe sobre ela os cogumelos.
Numa taça, bata energicamente, os ovos e o iogurte natural. Adicione o leite e continue a bater. Junte o queijo ralado e a noz moscada e envolva muito bem. Verta este preparado sobre os cogumelos.
Leve novamente ao forno cerca de 25 minutos, ou até que comece a ficar dourado.

Método Thermomix - Bimby:
Pré aqueça o forno a 180ºC.
No copo coloque as farinhas, a margarina em pedaços, o sal, o ovo e a água. Programe (2min/vel Espiga).
Retire, forme uma bola e numa superfície enfarinhada estenda a massa com o rolo, dando-lhe o formato da tarteira. Coloque a massa na tarteira e corte o excesso nos bordos. Pique o fundo com um garfo. Leve ao forno durante 10 minutos.
Coloque a cebola e os dentes de alho no copo e programe (3seg/vel5). Adicione o azeite e a manteiga e programe (3min/Temp. Varoma/ vel1). Junte os cogumelos, tempere com folhas de oregãos frescas, sal e pimenta moída na hora. Programe (5min/100ºC/vel Colher Inversa).
Retire a massa do forno e espalhe sobre ela os cogumelos. 
No copo, coloque os ovos, o iogurte natural, o leite, e a noz moscada. Programe (30 seg/vel4). Adicione o queijo ralado e envolva. Verta este preparado sobre os cogumelos.
Leve novamente ao forno cerca de 25 minutos, ou até que comece a ficar dourado.




















50 comentários:

  1. Que linda tarte Célio. Adoro cogumelos, mas o que mais me chamou a atenção foi a massa. Maravilhosa. A adição da farinha integral e o iogurte enriqueceu essa massa, tornando-a ao mesmo tempo super saudável e saborosa. Gostei demais. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Josy! Também estou cada vez mais fã da farinha integral e tento usá-la cada vez mais nas minhas receitas. Para além de ser muito mais saudável, torna os pratos mais saborosos. Já experimentei, por exemplo em massa de pizza e fica divinal, mesmo.
      Beijinho. ;)

      Eliminar
  2. Olá Célio,

    que bonita ficou esta tarte, e ao olhar para o seu formato já vi que é mais forma nova, também ando de olho nessa mas nunca mais me decido:)
    Adoro cogumelos sejam eles frescos ou de lata, mas os frescos fazem delicias, até sopa com este ingrediente gosto.
    Ficou bem bonita e com um recheio fofo e nada seco, uma sugestão mais que perfeita para os dias quentes, até mesmo para um piquenique e nestes dias frios é igualmente tentadora com uma salada, adorei.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra! Antes de mais obrigado e sim, acho que é a primeira vez que fotográfo esta forma. ;) É linda não é?!
      Eu também adoro cogumelos e desde que descobri o sabor maravilhoso e a facilidade de preparar os cogumelos frescos, nunca mais usei os de lata. A não ser num improviso, claro, que aí dão sempre jeito, eheh. ;)
      Esta tarte é maravilhosa e é com muitas certezas uma receita a repetir cá em casa.
      Beijinho. ;)

      Eliminar
  3. Está fantástico, Célio! Muito obrigado pela forma esplendorosa - e saborosa, esperamos - como tratou os shiitake.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O prazer foi todo meu! Tanto de provar pela primeira vez estes deliciosos cogumelos, como de usá-los nesta deliciosa tarte que tanto prazer me deu fazer. A qualidade destes cogumelos é inuvidavelmente surpreendente, tanto pelo sabor como pela textura dos mesmos. Recomendo. ;)

      Eliminar
  4. Olá Célio,
    essa tarte está mesmo com um aspeto tentador, seria um almoço perfeito para mim
    Adoro cogumelos, uso em muitos pratos e nesta tarte ficaram suculentos, deixando a textura no ponto certo.
    Mais uma vez as fotos estão magníficas
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Isabel. ;)
      Também adoro cogumelos e tento comê-los com alguma frequência. Mas estes shiitake são realmente muito bons e de excelente qualidade. Tens de experimentar.
      Obrigado por gostares. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  5. Que tarte linda, linda! Ficou fantástica, adorei :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. Essa tarte tem um ar fantástico, Célio. Nunca provei esses cogumelos...
    Adorei a sugestão...deve ser super saborosa...eu adoro este tipo de tartes!
    Fotos lindas.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Silvia, tens de provar os shiitake, são muito bons. ;)
      Fico contente por teres gostado e é sempre um prazer ver-te por aqui. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  7. Ficou com uma cor magnifica...parece um raio de sol!!!
    Acompanhada de uma boa salada devia de ter sabido tão bem...eu também comia!

    Beijinhos...e uma boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Maria Angelina. Um raio de sol em forma de tarte que ficou uma delicia. ;)
      Sei que a tua onda é mais os doces, mas tenho a certeza que irias adorar esta tarte.
      Beijinho. ;)

      Eliminar
  8. Os cogumelos da i-i shiitake são de excelente qualidade, só poderiam resultar numa sugestão tão apetitosa como a que mostras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Luisa! Tu também já tiveste o privilégio de provar estes deliciosos cogumelos por isso sabes o quanto são deliciosos. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  9. Que linda tarte!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Que linda tarte e certamente com muito sabor! Também uso sempre iogurte grego em vez das natas, é mais saudável e acho que também melhora o sabor!
    Beijinhos
    Lena
    Cooking

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado por gostares, Lena!
      Sim, sem dúvida que o iogurte, para além de mais saudável que as natas, torna muito saborosa uma receita, seja ela doce ou salgada e é uma excelente alternativa. ;)
      Beijinho.;)

      Eliminar
  11. Por cá o iogurte ou o kefir são os substitutos das natas nas quiches. Vá, na loucura utilizamos natas de soja! :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheh! Também costumo usar as natas de soja algumas vezes, mas o seu preço é absurdo. E sim, o iogurte é sem dúvida uma excelente alternativa. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  12. Que linda tarte, Célio! Com produtos assim, as receitas mais simples, são a melhor opção... Gostei da substituição das natas por iogurte!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Mª João! Fico contenete por teres gostado. E sim, concordo contigo, não são necessários muitos ingredientes, bas ter ingredientes de qualidade e uma receita simples poderá ficar sublime. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  13. A farinha de trigo integral faz toda a diferença. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo, Ana Teles! Fica muito boa nas receitas e é sem dúvida um ingrediente obrigatório a usar em receitas como esta. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  14. Deve de estar deliciosa... adoro cogumelos!!:)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Adoro cogumelos e nesta tarte devem ter ficado tão bons!
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Boa noite Célio,
    Encontrei o seu blogue através da comunidade no Facebook e resovi vir conhecê-lo melhor.
    Adoro este tipo de tartes e sou fã dos Cogumelos Shitake. Já tenho feito pizza caseira com base de mistura de farinha de milho e trigo mas é uma receita de pizza e não tarte. Esta receita parece-me excelente! Hei-de experimentar.
    Cps, Mizé

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mizé!
      Obrigado por gostares e por visitares o blog. Espero ver-te por cá mais vezes.
      Esta massa em base de pizza também fica deliciosa, já experimentei e gostei. A farinha integral faz toda a diferença, sem dúvida.
      Obrigado e beijinho.

      Eliminar
    2. Boa noite Célio,
      Nada a agradecer, também tenho "gula"! :D
      As tuas fotos cativaram-me logo e sim, claro que voltarei para espreitar as tuas novidades. Ganhaste mais uma leitora :)
      Eu desde que optei por seguir uma alimentação semi-vegetariana também passei a usar mais a farinha integral, gérmen de trigo, farelo (esparguete e arroz integral tb) mas a minha filhota não aprecia tanto e lá tenho de fazer as coisas "normais" para ela. Agora também ando em experiências com a farinha de cevada e a de espelta pois a de milho já há bastante tempo que uso.
      Bom Fim de Semana, Bjs

      Eliminar
    3. Muito obrigado Mizé! ;)
      Farinha de espelta e cevada nunaca experimentei, mas é bom saber e estamos sempre a aprender uns com os outros por aqui. Adorei a sugestão.
      Beijinho e uma boa semana.

      Eliminar
  17. Eu adoro cogumelos, e esta tarte ficou-me mesmo a piscar o olho, que delicia! O sabor dos cogumelos biológicos ainda deve ser melhor, só de imaginar já fico com agua na boca! Ficou linda a tarte!

    Beijinhos
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheh. Obrigado Joaninha!
      Eu também adoro cogumelos e esta tarte ficou uma delicia. Tens de experimentar. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  18. Que tarte tão linda e com ingredientes tão deliciosos, Célio!! E as fotografias estão deslumbrantes!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ooh! Muito obrigado!
      Assim fico sem saber o que dizer. ;)
      Beijinhos.

      Eliminar
  19. Olá Célio: gosto muito de tartes com cogumelos. Adorei esta tua forma retangular. Fica tão bonita e diferente. Também gostei imenso da ideia de usares diferentes tipos de farinha na massa. As fotos estão fabulosas!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muit obrigado Márcia, por vires cá comentar e por teres gostado da minha tarte.
      A forma é diferente do habitual, mas fica giro. ;)
      A mistura de farinhas é muito boa e mais saudável. Experimenta. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  20. Célio a tua tarte está uma delicia cá em casa que já alguns ano só faço quiche com iogurte:)

    Já enganei muitos amigos eheheheh adoravam e quando souberam que não leva natas ficam doidos como estava tão boa:)

    A massa por acaso nunca fiz pois as massas é uma dificuldade que tenho na cozinha eheheheh mas vou usar esta tua receita de massa para experimentar como fica:)

    Beijinhoss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanessa!
      Uma maravilha, o iogurte nas tartes e quiches. Mais saudável e um excelente substituto das natas.
      Obrigado por gostares da receita. A massa fica deliciosa, e sempre que posso, salvo raríssimas excepções, faço massa caseira. Acredita que vale a pena e faz toda a diferença. ;)
      Beijinho.

      Eliminar
  21. Sempre nos trazes sugestões deliciosas como esta tarte lindíssima, cujas alterações que fizeste só podem ter resultado na perfeição !
    As fotos falam por si mesmo... hipnotizam-nos o Olhar e deixam o Paladar com desejos de experimentar e repetir !
    Não tenho dúvidas, Célio, essa é uma tarte fantástica que faria as minhas delicias !~

    Um grande beijinho *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ooh! Muito obrigado Isabel, sempre tão simpática nos teus comentários.
      É uma tarte simples mas muito rica em sabores e tenho a certeza que irias adorar poder prová-la.
      Obrigado de ♥ e um beijinho grande. ;)

      Eliminar
  22. Olá Célio,
    Eu sou completamente apaixonada por cogumelos e não resisto a comprar tudo o que são variedades dos ditos cujos e esta tua tarte, com a combinação de ingredientes que utilizaste e com a massa com as 3 farinhas, só pode ser um pedaço de céu e a julgar pelo aspecto e pelas fotos, comia já uma fatia bem grandona!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Lia! Fico contente que tenhas gostado e tenho a certeza que, se gosta assim tanto de cogumelos, irias adorar esta tarte. Pena que ainda não inventaram o teletransporte, senão levava-te um bocadinho para provares. ;)
      Beijinho.

      Eliminar