Açores - A Terra das Vacas Felizes! [parte I]


É a segunda vez que visito o arquipélago dos Açores. 18 anos depois e a convite da Terra Nostra, viajei com um grupo de bloggers até à ilha de S. Miguel para conhecer "in loco" o Programa Leite de Vacas Felizes. Um convite privilegiado e praticamente inesperado que não hesitei em aceitar. Apesar de ter sido uma viagem curta e de terem ficado tantas coisas por fazer e visitar, tudo estava planeado ao pormenor e cada momento foi vivido e aproveitado ao máximo. Irei falar-vos um pouco dos locais que visitei, da comida maravilhosa que degustei e das pessoas queridas que conheci. Mas para não fazer deste um post longo, irei publicar outro post e aqui irei focar-me apenas no objectivo que me levou àquela linda ilha: o Programa Leite de Vacas Felizes!
O leite é o ingrediente mais completo, acompanhando-nos praticamente desde o momento em que nascemos. Começamos por beber o leite materno e mais tarde, por se tratar de um alimento essencial e rico em nutrientes, bebemos leite de origem animal até sermos capazes de digerir outros alimentos mais complexos, salvo raras excepções em que são desenvolvidas alergias ao leite. O leite de origem animal é um alimento que nos acompanha praticamente ao longo de toda a vida, quer na sua forma natural ou sob a forma de derivados. 

Por isso fiquei entusiasmado quando soube da oportunidade de ir visitar a fábrica da Bel Portugal, localizada na Ribeira Grande, ficando assim a conhecer todo o processo a que o leite é sujeito, desde o momento em que é ordenhado da vaca até chegar a casa dos consumidores. Mas, e em que difere o leite Terra Nostra dos restantes leites?! O leite Terra Nostra é proveniente de vacas felizes. Sim, nos Açores as vacas são mesmo felizes! Imaginem uma terra única, de origem vulcânica, um local onde as chuvas atlânticas regam os campos praticamente todos os dias, com montanhas e vales verdes a perder de vista e onde o oceano está sempre presente. É este clima, único no mundo e tão característico do arquipélago dos Açores que faz com que exista pasto verde disponível durante 365 dias por ano que irá servir de alimento às vacas que pastam livremente nos campos, sem terem de ficar fechadas em estábulos. Estas condições dão origem a um Leite de Pastagem único, puro e rico, de elevada qualidade e que é exclusivamente fornecido por produtores certificados.

Para poderem ser certificados no Programa Leite de Vacas Felizes, cada produtor de leite é sujeito a uma auditoria na sua propriedade e deverão reunir uma série de rigorosos critérios de qualidade que fazem parte de um protocolo e que garantem a sustentabilidade e bem-estar animal. Todos os animais serão monitorizados e avaliados por veterinários qualificados. No fundo, este é um programa sobre fazer o bem, quer para os animais, quer para os produtores, para a economia, para o ecossistema da ilha e de uma forma geral, para todos nós.


As boas práticas mencionadas acima, que tornam este programa único e inovador já deram ao Leite de Pastagem Terra Nostra um "GOOD DAIRY COMMENDATION Award", atribuído pela CIWF, entre muitos outros prémios que enaltecem um programa que assenta em 5 pilares essenciais:

- A PASTAGEM, fonte viva de nutrientes é um método que é feito de forma natural, à base de erva fresca durante 365 dias por ano. A pastagem é a garantia de um leite puro, saudável e saboroso.
- O BEM-ESTAR ANIMAL que oferece às vacas todos os cuidados de saúde e higiene necessários. Para além disso os animais vivem em comunidade, na pastagem ao ar livre, junto de outras vacas. Não vivem presas em estábulos nem são alimentadas à base de rações como na maioria das explorações com regimes intensivos.
- O programa assegura os mais rigorosos critérios de QUALIDADE E SEGURANÇA ALIMENTAR, sendo o leite recolhido diariamente, garantindo assim a frescura e mantendo as suas propriedades nutricionais.
- É promovida uma PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL, salvaguardando os belos recursos naturais dos Açores através de boas práticas ambientais e de um consumo de energia com práticas mais eficientes.
- Oferece EFICIÊNCIA, contribuindo para que as explorações leiteiras sejam mais sustentáveis, recorrendo a um suporte técnico e incentivando o uso de sistemas informáticos ajustados à gestão de cada exploração.


Após a visita à fábrica, que para além do leite Terra Nostra produz os deliciosos queijos e manteigas da mesma marca e outras como a Limiano, tivemos direito a um lanche no qual degustámos estes e outros produtos típicos da região. Só faltava mesmo conhecer as heroínas deste programa, as vaquinhas felizes do Sr. Eugénio Câmara, um dos produtores certificados que poderão conhecer neste vídeo promocional e que tão bem nos recebeu na sua propriedade, dando-nos a conhecer os seus animais que ele trata carinhosamente bem. 

7 comentários:

  1. Célio, eu não duvido daquilo que nos relates aqui, até porque já tive a felicidade de ir a São Miguel duas vezes e constatei que as vacas vivem mesmo ao ar livre e têm a benção dessas maravilhosas pastagens. Porém, duvido que sejam mesmo 'felizes', uma vez que se sabe que para uma vaca produzir leite tem de dar à luz um vitelo que lhe é retirado quase de imediato para ela continuar a 'produzir' leite, sendo depois estimulada pela ordenha constante. Eu sei q existem mts políticas económicas à mistura e a 'nossa' mentalidade ainda está presa a certas tradições, mas há q também pensar se o q fazemos em nosso nome e no nome dos animais, é mesmo para benefício deles ou apenas em prol da raça humana. Espero que não me leves a mal, pois isto não é um ataque ou uma crítica a ti, mas a toda uma indústria e sociedade exploradora que menospreza o direito dos animais. E, como disseste, o convite foi feito directamente pela marca, logo, estava tudo programado para vocês verem o que eles 'queriam' q vissem. Um abraço e continua a fazer deliciosas receitas como sempre :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anjo-de-Mel!
      Obrigado pelo teu comentário e pelas questões que levantas e claro que não levarei a mal. Essas questões foram colocadas lá e tivemos as respostas de imediato por quem nos guiou durante a visita à fábrica. Tal como as mulheres, qualquer outro animal mamífero do sexo feminino, para poder produzir leite tem de dar primeiro à luz. Neste caso particular, quando uma vaca dá à luz, o vitelo é separado da mãe num prazo máximo de 48 horas. Existem estudos, segundo eles, que comprovam que isto minimiza o stress do animal. Os vitelos são alimentados com leite de vaca até aos 2 meses de idade, altura em que estão aptos a ir para a pastagem vivendo como ruminantes. Se existem interesses económicos ou não eu não sei, só posso falar daquilo que realmente vi e constatei. E de facto acho que a Terra Nostra prima pela diferença e pelo bem que faz aos animais. Tudo também devido às condições que a ilha possui. Senão não tinham recebido até agora tantos prémios nem o "Programa Leite de Vacas Felizes" seria reconhecido e premiado internacionalmente.
      Nós só podemos acreditar naquilo que realmente vemos e eu acho que a Terra Nostra prima pela diferença em fazer o bem com os animais e me prol da sociedade.
      Um beijinho.

      Eliminar
    2. Célio, obrigada também eu pela tua resposta. De facto, se todos fossem como a 'Terra Nostra', de certeza que haveria muito menos sofrimento animal. Há que tentar batalhar por isso. Um abraço!

      Eliminar
  2. Olá Célio: vivo mesmo num pequeno paraíso, não é? Muito boa a tua reportagem. Tive pena de não nos termos encontrado ( por motivos de saúde),mas espero sinceramente que da próxima vez nos possamos conhecer pessoalmente. Fico a aguardar as restantes reportagens.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  3. Olá Célio

    Essas paisagens são tão lindas,esse verde sem fim é realmente uma imagem de marca, ah e as vaquinhas também claro.
    Acredito que sejam vaquinhas felizes, até porque eu conheço muito bem dois produtores de leite e os estábulos são pequenos, com pouca luz, e tudo tão artificial que até custa ver os animais assim.
    Gosto muito desse queijinho de bola que bom :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que fotos fantásticas,....uma experiência maravilhosa, não?
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  5. Célio adoro os Açores!
    Apesar de só conhecer São Miguel acho uma ilha tão bonita com paisagens tão perfeitas :D
    A viagem parece ter sido um encanto!
    Essas vacas parecem de facto felizes :D E é tão bom quando assim é, quando são bem tratadas!
    Um beijinho

    ResponderEliminar