Empada de Legumes


Muitas vezes dou comigo a pensar como seria se não gostasse de cozinhar e de comer. A resposta é óbvia e surge logo de imediato. Certamente não seria uma pessoa tão feliz. É das poucas coisas que me dá imenso prazer, ter um paladar apurado e gostar de comer. Poder saborear cada ingrediente, sentir a sua textura e satisfazer o sentido do gosto. Lembro-me desde sempre de gostar de saborear os alimentos, sentir o doce e o salgado, a amargo ou o ácido. Tenho os meus ingredientes preferidos, aqueles que não dispenso, que fazem parte da minha alimentação diária, que estão sempre presentes na minha cozinha. Contam-se pelos dedos das mãos aqueles que eu não gosto. Sou daquelas pessoas que é capaz de fazer uns quantos quilómetros ou ir aos sítios mais estranhos em busca do ingrediente perfeito ou para adquirir um ingrediente raro. Coisas que só um verdadeiro foodie irá perceber. E gosto de estar sempre a experimentar coisas novas, receitas vindas de outras cozinhas, de outros países, outras culturas. e para isso existem os livros que se vão amontando nas estantes, as receitas que vão sendo marcadas e que aguardam em fila de espera até ao dia em que saem do papel para a minha cozinha. No entanto, sou muito ligado e jamais esqueço a nossa cozinha tradicional portuguesa. Foi com ela que eu nasci, os pratos típicos cozinhados pela minha mãe em forno de lenha e na panela de ferro. E esses sim, são aqueles pratos que eu realmente adoro devorar, pratos que arrancam de mim sorrisos de satisfação, a comida verdadeira e que conforta, com ingredientes genuínos e cheios de sabor.

https://www.facebook.com/groups/diaumnacozinha/

Chegamos a Março, o mês que traz com ele a minha estação do ano favorita. Não que desgoste das outras, todas elas têm o seu encanto, mas a Primavera é especial. Traz mais luz, traz o cantar dos pássaros assim que o sol mostra os seus primeiros raios matinais. As temperaturas são mais simpáticas e toda uma série de novas frutas e legumes começam a brotar da horta e aparecem nas bancas dos mercados. É sempre um prazer poder cozinhar com os legumes mais frescos e saborosos, aqueles que saltam praticamente da horta para o prato, que não requerem muitas técnicas ou transformações na cozinha. E sabe tão bem ter a Primavera no nosso prato. Surgem também os morangos para as sobremesas e que tornam mais deliciosos os lanches.

Com o inicio do mês chega também mais um desafio do Dia Um... Na Cozinha! Para esta edição o tema são as empadas. É um tema feliz, pois adoro empadas e acho que até as podia comer todos os dias... ehehe. Já experimentei algumas receitas como esta ou as Empadas de Pato que ficaram para lá de boas. Aqui decidi abolir a carne e trazer uma sugestão com legumes, já com um cheirinho a Primavera. Conseguem imaginar uma caixinha de massa integral e estaladiça recheada de legumes bons e perfumados com Ras El Hanout?! É esta a minha sugestão com a qual me deliciei e que recomendo fazerem. Os legumes podem ser outros ao vosso critério, mas não dispensem a abóbora  Butternut que funciona aqui como uma piece de resistance.


Empada de Legumes  
Ingredientes:
{para a massa}
| 100 ml de água
| 100 g de manteiga
| 1 ovo
| 1 pitada de sal
| 100 g de farinha de trigo integral
| 200 g de farinha de trigo s/ fermento

{para o recheio}
| 600 g de abóbora Butternut
| 1 cenoura
| azeite q.b.
| sal q.b.
| 1 c. (sopa) de Ras El Hanout
| 1 alho francês
| 2 cebolas roxas
| 100 g de castanhas
| 3 dentes de alho
| 1 c. (sopa) de vinagre balsâmico
| 300 g de cogumelos
| pimenta q b.
| 200 g de espinafres (usei congelados)
| 1 requeijão
| 50 g de nozes
| 1 ovo para pincelar

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Amorne a água num tacho, junte a manteiga e mexa até esta derreter,
Adicione as farinhas, o sal e o ovo ligeiramente batido. Amasse bem até que todos os ingredientes fiquem bem ligados, a massa despegue dos dedos e consiga formar uma bola. Reserve.
{Thermomix - Bimby} Coloque todos os ingredientes no copo e programe (10seg/vel6). Se achar necessário junte mais um pouco de farinha até a massa despegar das paredes do copo.

Corte a abóbora e a cenoura em cubos de 1cm, disponha num pyrex, regue com 2 c. (sopa) de azeite e polvilhe com sal e com o Ras El Hanout e leve ao forno durante 30 minutos.
Corte o alho francês em rodelas e saltei-e numa frigideira com 1 c. (sopa) de azeite, até ficar macio. Reserve.
Na mesma frigideira, coloque mais 1 c. (sopa) de azeite, junte as cebolas e as castanhas grosseiramente picadas e também os dentes de alho picados. Tempere com sal e refogue durante 8 minutos até que a cebola fique macia. Junte 1 c. (sopa) de vinagre balsâmico e mexa até a cebola caramelizar. Reserve.
Corte os cogumelos em quartos e coloque-os na mesma frigideira com 1c. (sopa) de azeite, tempere com sal e pimenta e salteie até que fiquem macios e todo o líquido tenha evaporado. Reserve.
Ainda na mesma frigideira coloque 1 c. (sopa) de azeite, junte os espinafres e salteie. Tempere com sal, adicione o requeijão e as nozes grosseiramente picadas e mexa durante 2 minutos. Reserve.

Divida a massa e três partes e reserve uma das partes.  Forme uma bola com as outras duas partes e estenda a massa com o rolo numa superfície enfarinhada, o suficiente para forrar uma forma rectangular. Forre a forma tendo o cuidado de não cortar a massa excedente.
Comece por colocar o alho francês no fundo da forma. Disponha de seguida a abóbora e com as costas de uma colher de sopa pressione ligeiramente.
A seguir faça uma camada com a mistura de espinafres e requeijão e por cima desta camada forme uma outra com os cogumelos. Faça ligeiramente pressão sobre os legumes, usando uma colher.
Termine com uma última camada de cebola roxa caramelizada.
Estenda a restante massa, dando-lhe um tamanho suficiente para cobrir o topo da forma.
Molhe ligeiramente a massa excedente no bordo da forma, em toda a volta (a água irá servir de "cola").
Coloque a massa por cima, cobrindo toda a forma e com os dedos pressione lifgeiramente, unindo as duas massas e selando a empada. Corte o excedente de massa e reserve as aparas. Com os dedos faça um efeito ondulado em toda a volta e com as sobras da massa faça pequenas "folhas" de massa. e decore a gosto, colando-as na superfície com água.
Com uma faca faça um pequeno orifício no centro da empada. Isto fará com que o vapor saia durante a cozedura, evitando que a massa enfole.
Leve ao forno durante 40 minutos ou até que a empada comece a ficar durada.
Retire, desenforme a empada e pincele por cima e em toda a volta com o ovo batido.
Leve novamente ao forno por mais 10 minutos.

19 comentários:

  1. Está linda esta tua mega empada! Está perfeita a decoração, as camadas e a foto da fatia! Tu és magnífico! Pronto! Não me canso de elogiar-te!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Mas tu fazes sempre tudo perfeito, é? Pois, estou como a Patrícia... não me canso de te elogiar. Está linda, perfumada e aposto que deliciosa! E bem podia ser o meu jantar... ainda há? :P
    Bjooooo

    ResponderEliminar
  3. Que encanto e que deliciosa empada, Célio!!
    Tudo o que saí dessas mãos é uma obra de arte, estou um pouco como diz a Mª João, fazes tudo perfeito! ;)
    Já comia uma fatia dessa maravilha.
    Beijinhos
    Paula G.

    ResponderEliminar
  4. Empadas é comigo! Gosto de todas :) E essa está perfeita.

    ResponderEliminar
  5. Eu também sou assim, adoro comer e sempre gostei de fazer doces. Mas desde que criei o blog, passei a gostar também de cozinhar tudo e adoro conhecer novos sabores. mas tal como tu, também adoro as minhas raízes portuguesas e não consigo deixar de parte os sabores, aromas e técnicas tão conhecidas por todos nós.
    Agora em relação à empada, fazia-me já de convidada não fosse eu uma devoradora de empadas, seja qual for o recheio e este chamou-me a atenção por ser diferente, gostei muito :)
    Beijinhos, se quiseres vem visitar-me em
    Gulosoqb.blogspot.pt
    Facebook.com/gulosoqb

    ResponderEliminar
  6. Olá Célio está linda... Adoro... A empada e o amor e dedicação em tudo o que faz! É tão bom quando conseguimos transmitir a paixão por aquilo que fazemos!
    Beijinho
    Manuela Bernardo

    E amo as suas fotos! Quando crescer também vou tirar fotos assim ; )

    ResponderEliminar
  7. Que linda! É uma super empada. Está com aspeto bem suculento...
    como sempre nota 10...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Eu cá tenho uma dualidade... gosto de saborear alimentos sim, principalmente chocolate, hehe, mas detesto ter necessidade de comer! Nem eu me entendo, mas enfim! Acho que o que eu gosto é de comer quando são comidas diferentes... deve ser isso :-)
    A tua empada parece um puzzle, adorei. E com todos esses sabores, sim, essa comia com gosto.
    Bj
    C

    ResponderEliminar
  9. O aspecto é divinal! Adorei Célio :)
    Beijinhos
    Cláudia Ralha
    http://vidadeprazeres.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Humm... Deliciosa. Esse interior está magnífico. Adoro!!
    Beijinhos!!

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Acho que é a empada mais linda que já vi... amei!
    E como sou fã de empadas, ainda mais de legumes, vou daqui a suspirar...
    Maravilhosa ♥
    Bjinho

    ResponderEliminar
  12. Empada gigante em tamanho e aposto que em sabor! Simplesmente linda! E esse recheio....hummm
    -
    Diogo Marques
    Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram | Zomato
    -

    ResponderEliminar
  13. Olá Célio
    Sou fá de empadas. Uma empada de vegetais como esta é certamente muito saborosa! E ficou tão bonita!
    As tuas fotos estão cada vez melhores...parabéns!
    Um beijinho
    Helena
    Cooking

    ResponderEliminar
  14. Que empada perfeita, como dizem os chefs por aqui... "well done chef" eu comia uma fatia com muita satisfação :D

    ResponderEliminar
  15. Eu não digo que tu me roubas as palavras do cérebro???
    Este texto, bem que podia ter sido escrito por mim, pois foi pensado por mim, lol!
    Célio, amo empadas e esta tua hand raised pie está perfeita e se estivesses no GBBO, já tinhas o Senhor Padeiro Paul Hollywood como teu melhor amigo, pois aposto que ias ser o Star Baker da semana!!
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  16. Gosto sempre do que escreves, identifico-me sempre com as tuas ideias e com as tuas histórias e memórias. E sim, também eu adoro empadas! Venham elas e se não vieram fazemos nós.
    Adorei a tua pie gigante, ficou tão linda. Muito bem sim senhor, empada cinco estrelas. Eu gosto de cozinhar e adoro comer, se não fosse assim tenho a certeza que não seria tão feliz não.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Olá Célio!
    Adoro o tamanho familiar, também foi essa a minha opção.;)
    A tua empada tem umas cores magníficas, de sabor deve ter ficado um must. :)
    Lindas as fotos, como sempre. ;)
    Bjinhos
    Margarida

    ResponderEliminar
  18. Não sei se serei uma verdadeira foodie, mas sei que me revi de uma forma incrível em cada palavrinha tua. A paixão pela comida acompanha-me desde que me lembro, ainda que em bebé a minha mãe tenha passado horrores para me alimentar!
    É algo que nos está entranhado de uma forma inexplicável e, acredita que me faz imensa confusão quem não gosta de comer... simplesmente não consigo entender! :D
    Esta edição tive de passar o Dia Um pois não consegui mesmo participar e teria adorado. Nunca fiz empada!
    A tua está perfeita perfeita! Tanto na forma como no recheio/sabores. É certamente maravilhosa.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  19. Txi, vou ter que fazer! Acabei de fazer like e seguir o blog,e ja me apaixonei :p

    ResponderEliminar