Almendrados


Perguntam-me algumas vezes onde vou buscar a inspiração para as minhas receitas. Ao que eu respondo, a todo o lado. A maior parte da minha inspiração surge dos livros de culinária. São cada vez mais cá em casa e eu adoro devorá-los. Quando tenho em mãos um livro novo de culinária, sinto-me como uma criança que acaba de receber de presente um brinquedo. Gosto do cheiro de um livro novo, folheá-lo devagar e absorver cada página ao pormenor. Primeiro as imagens, pois os olhos são os primeiros a comer e depois as receitas, os ingredientes, os textos que apresentam as receitas. Tento imaginar os sabores, os aromas, o quanto interessante será ou não confecionar aquela receita. E muitas vezes deixo-me transportar até à cozinha de quem escreve a receita, viajo por outros países, outros continentes, outras culturas tão diferentes. Tantas vezes que acabo por fazer esta ou aquela receita que mexeu mais com os meus sentidos. Algumas partilho-as aqui, outras, por falta de tempo, nem chegam a ser fotografadas e aguardam uma segunda oportunidade.
Mas voltando ao que me inspira, um programa de televisão, os blogs que tanto gosto e visito assiduamente, uma revista que folheei numa sala de espera, uma viagem ou mesmo um cartaz de publicidade. Uma visita às redes sociais, o Pinterest que está cheio de imagens lindas e por onde me perco imensas vezes. O Instagram, onde diariamente estou em contacto com o tema "comida". Uma ida a um mercado, onde estão expostos nas bancas os legumes frescos numa mistura cativante de cores, os aromas ali presentes e as pessoas que ali encontramos e com quem falamos. Mas o que me inspira mesmo, é a Natureza!


Este é um post que já vem tarde. Não que seja tarde para partilhar uma receita de biscoitos, que esses são sempre um habituée nesta cozinha. Em Fevereiro rumei a sul, tirei uns dias para descansar por terras algarvias. E em boa hora o fiz, pois assisti a um espetáculo lindo, gratuito e que acontece apenas uma vez por ano. Apanhei sol, visitei algumas praias mas também andei por terras do Algarve interior. E se houve coisa que me deliciou, foi poder passear por entre serras e vales e assistir a todo um manto rendilhado de cores branca e rosa. Falo das amendoeiras em flor! Uma árvore que é tão predominante a sul e cujo fruto é tão versátil e saboroso. Confesso que me senti nas nuvens. Parar o carro, pegar na máquina fotográfica, apreciar o silêncio da serra, apenas interrompido pelo zumbir de uma abelha que faz o seu trabalho. Só conseguia pensar em como a Natureza é de facto deslumbrante e que muitas vezes, com a correria diária, nos esquecemos de apreciar estes pequenos grandes momentos. Cada botão, cada flor ali exposta numa beleza interminável, irá gerar uma amêndoa daqui a uns meses. E o ciclo repete-se, ano após ano. Foi a este lindo cenário que fui buscar inspiração para esta receita. De repente dei por mim a pensar nos almendrados. É muito frequente vê-los à venda nas pastelarias e mercados regionais. Quase que não resisti a trazê-los comigo, mas depois pensei que podia ser eu a fazê-los na minha cozinha. Optei antes por comprar no mercado a matéria prima, as deliciosas amêndoas algarvias e é chegada a hora de arregaçar as mangas e meter as mãos na massa. Após alguma pesquisa encontrei várias receitas de almendrados, todas elas muito semelhantes. Decidi-me pela receita da querida Joana Roque, pois o aspecto dos almendrados dela conquistou-me ao primeiro olhar. Adorei o resultado final, ficaram uns biscoitos deliciosos, bem crocantes por fora e macios no interior, tal como os originais. Receita nada complicada e para repetir... muitas vezes!


Almendrados {Biscoitos de Amêndoa}
(receita ligeiramente adaptada do blog As Minhas Receitas)

Ingredientes:
| 250 g de amêndoas s/ pele
| 200 g de açúcar amarelo
| 2 claras de ovo
| 2 c. (sopa) de farinha (aprox. 25 g)
| 1 c. (chá) de canela
| amêndoas inteiras s/ pele, q.b.
| folha de obreia (opcional - eu não usei)

Preparação Tradicional:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Num robot de cozinha, ou na picadora, triture as amêndoas, obtendo uma farinha não demasiado fina.
Se possível, triture também o açúcar amarelo num robot, por forma a torná-lo mais fino.
Misture o açúcar com as amêndoas, a farinha e a canela.
Bata as claras em castelo bem firme e adicione de uma vez só a mistura de amêndoa.
Envolva delicadamente com uma espátula até obter uma massa homogénea.
Com uma colher de sopa distribua a massa em montinhos, num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Sobre cada montinho coloque uma amêndoa pelada.
Leve ao forno cerca de 20 minutos, ou até que os biscoitos comecem a ficar dourados.
NOTA: Se usar a folha de obreia, deverá cortar pequenos círculos da mesma e a massa será colocada sobre cada círculo.

Preparação Thermomix - Bimby:
Coloque as amêndoas no copo e programe (10seg/vel8). Retire e reserve.
Coloque o açúcar no copo e programe (20seg/vel9). Retire e misture com as amêndoas, a farinha e a canela.
Coloque a borboleta no copo, junte as claras e programe (2min/vel3,5).
Adicione a mistura de amêndoas às claras em castelo e envolva delicadamente com a espátula.
 Com uma colher de sopa distribua a massa em montinhos, num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Sobre cada montinho coloque uma amêndoa pelada.
Leve ao forno cerca de 20 minutos, ou até que os biscoitos comecem a ficar dourados.
NOTA: Se usar a folha de obreia, deverá cortar pequenos círculos da mesma e a massa será colocada sobre cada círculo.

20 comentários:

  1. Lindos e deliciosos que devem ser estes teus biscoitos, Célio!
    Obrigado por mais esta partilha!

    Abraço!

    ResponderEliminar
  2. Vou ter que experimentar, dado que há adeptos acérrimos destes bolinhos cá por casa e estes estão com um aspecto soberbo. As suas fotografias são sempre fantásticas. Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Senti-me por momentos a percorrer a serra de Monchique, o Algarve profundo que poucos conhecem e apreciam, com paisagens deslumbrantes, e de facto, em Fevereiro, a brotar as flores das amendoeiras.
    E com as amêndoas do Algarve, não podia haver melhor destino do que estes Almendrados, simplesmente deliciosos.
    Falas em inspiração. Eu inspiro-me pelas imagens, e hoje, inspirei-me nas tuas :)
    Teresa | A Cozinha da Ovelha Negra

    ResponderEliminar
  4. Estes bolinhos são mesmo bons :) Adoro as tuas fotos :) Bjinhos.

    ResponderEliminar
  5. Adoro almendrados e com ou sem folha de obreira devem ter ficado divinais.
    Sabia bem agora dois para comer enquanto tomo o meu café.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/04/bundtcake-de-banana-e-leite-achocolatado.html

    ResponderEliminar
  6. Têm um ótimo aspeto, Célio!
    São mesmo tentadores, lá terei de experimentar... ;)
    Bjinhos
    Margarida

    ResponderEliminar
  7. Que perdição! Adoro almendrados e não como um há mais de 1 ano (confesso que já foi há tanto tempo que nem me lembro muito bem, talvez já faça 2 anos, lol). E os teus estão super bonitos e tentadores. Vou já fechar esta página LOL

    ResponderEliminar
  8. Realmente a Natureza é uma fonte de inspiração, tudo o que ela nos dá nas suas estações é um mar de opções deliciosas.
    As amendoeiras sempre me maravilharam, ou até posso dizer que tudo o que seja árvore em flôr me atrai. Tenho uma pereira no jardim e a altura em que ela está mais linda é quando as pequenas florzinhas brancas começam a surgir e depois a abrir.
    Outra coisa que adoro são amêndoas...E estes biscoitos são dos meus preferidos, por serem crocantes e terem o perfume da amêndoa em cada dentada.
    Ficaram lindos!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  9. Lindas bolachas, lindas fotos! Tudo lindo e maravilhoso como sempre!

    ResponderEliminar
  10. Célio,
    adoro almendrados!
    Têm uma textura tão fofa, tão macia, é impossível comer só um!
    Os teus ficaram um espanto! Mesmo bonitos :)
    É tão bom inspirarmo-nos diariamente com fotografias de comida! Ou folhear livros vezes e vezes, sentir-lhes o cheirinho e escolher receitas. :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  11. que aspecto delicioso, são dos meus biscoitos preferidos, eu que nem sou nada de bolachas - a não ser que sejam caseirinhas!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Que lindas fotos, e os biscoitos devem ser deliciosos!

    ResponderEliminar
  13. Que lindas fotos, e os biscoitos devem ser deliciosos!

    ResponderEliminar
  14. Célio, estes biscoitos são dos meus preferidos, lembram-me a minha avó, era uma das especialidades dela :)
    Revi-me no que escreveste sobre a inspiração, é mesmo isso tudo...
    Quanto às fotos, estão mesmo amorosas ♥
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Olá Célio: gosto imenso de bolachas com amêndoas. Estes almendrados parecem mesmo deliciosos, fofinhos por dentro,mas com uma crosta crocante. Que maravilha! As fotos também estão lindas e dá para ver que nem uma bolachinha consegue escapar. ;)
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  16. Olá Célio,
    que lindos os teus almendrados e o teu texto, deliciosos de ler.
    Adoro almendrados, e se antes era a minha mãe que me comprava caixinhas de almendrados caseiros, agora sempre que há claras à mão fazemos uma fornada deles, são deliciosos.
    Os teus ficaram perfeitos, como a natureza o é. Levo dois para a viagem!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Adoro almendrados, Célio, e os teus ficaram uma perfeição!
    As fotografias, como sempre, estão lindissimas!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Eu não tenho grandes inspirações, as ideias aparecem, não sei...
    Uma vez comprei almendrados no continente e fiquei desiludida, pensei que fosse tipo massapães (com a massa meia crua por dentro) e afinal não eram. Mas acho que era defeito deles, esses parecem perfeitos! :)

    ResponderEliminar
  19. Uma sugestão mesmo muito gulosa, que maravilha!

    ResponderEliminar