Pizza Caseira


Bem sei que por estes dias, aquilo que menos desejamos é passar horas enfiados na cozinha a preparar refeições. Com as temperaturas a aumentar apetecem as refeições mais leves e descomplicadas. Afinal de contas o verão está mesmo aí e tudo o que mais queremos é aproveitar o bom tempo no exterior e sempre em boa companhia. Nada melhor que partilhar um churrasco ao ar livre com a familia e os amigos ou uma mesa cheia de petiscos deliciosos. Estes são mesmo os melhores momentos que o verão tem para nos oferecer.

Depois existem aqueles dias em que apetece aquele que é talvez o prato mais consensual, em termos de sabor, para a maioria de nós, a pizza. Ainda que haja quem não aprecie este ícone da gastronomia italiana, é sempre possível adaptar os sabores. Já sei que estão a pensar "ah, mas fazer pizza dá imenso trabalho". E eu estou aqui para vos dizer que não, não dá. Preparar pizza em casa é das coisas mais simples e básicas. Apenas necessitamos de ter à mão alguns ingredientes frescos, de qualidade e muito fáceis de adquirir. E também um forno doméstico. O resto fica por conta da vossa imaginação e gosto pessoal.


Fui desafiado pelo Alegro a escrever um artigo sobre como preparar uma pizza caseira. Tenho de vos confessar que não me lembro da última vez que encomendei uma pizza. E já lá vão muitos anos. Fazer uma pizza em casa, de raíz, é mesmo muito fácil e no que toca a preparar a massa, pode até tornar-se numa tarefa bastante relaxante. Para além de que esta acaba por ser a opção mais saudável e sem cairmos na tentação de comprar uma pizza feita com ingredientes duvidosos.

Convido-vos então a colocar o avental e a meter as mãos na massa. Mas não sem antes visitarem o site Alegro, onde poderão ler o artigo completo e ficar a par de todas as dicas necessárias para fazerem a melhor pizza nas vossas casas. Neste artigo ficam ainda a saber quais os melhores ingredientes e combinações possíveis para tirarem o melhor partido das vossas pizzas caseiras. Mais abaixo, na receita, apresento duas opções de ingredientes para o recheio, mas sintam-se à vontade para usarem aqueles que mais agradam ao vosso paladar. A receita da massa é infalível e é a minha preferida de sempre. Espero que gostem!




(artigo elaborado em colaboração com o site Alegro)

Como preparar uma pizza caseira, fácil e deliciosa

Independentemente da estação do ano ou até do dia da semana, se existe um prato que é consensual em termos de sabor para a maioria da população, poder-se-á dizer que é a pizza

Preparada com poucos ingredientes, mas cheia de sabor, a pizza desperta os nossos sentidos e traz-nos felicidade. Mas quando surge o desejo de saborear uma boa pizza, facilmente caímos na tentação de encomendar ou então optamos pelas pizzas congeladas e refrigeradas, a opção menos saudável, que os supermercados disponibilizam. É aqui que surge a questão, porque não sermos nós a preparar uma pizza caseira, mais saudável, com ingredientes genuínos e adaptados ao nosso gosto pessoal?!

Como fazer massa de pizza caseira?

O segredo de uma boa pizza caseira está muitas vezes na massa. Nem sempre é fácil conseguir a massa de pizza perfeita, crocante e estaladiça. Obviamente que uma pizza caseira nunca será igual a uma pizza preparada numa pizzaria tradicional e isso deve-se aos nossos fornos domésticos que são completamente diferentes dos fornos industriais, que permitem cozinhar a temperaturas mais elevadas. Mas em casa também é possível fazer uma boa massa de pizza caseira, bastando para isso ter alguns ingredientes e seguir estas dicas:
  • Ter à disposição farinha de trigo e farinha de centeio (opcional), água, azeite, fermento e sal.
  • Adicionar na massa algumas ervas secas, como oregãos ou alecrim, que vão conferir um sabor extra especial.
  • Usar um azeite de qualidade, de preferência virgem extra, que vai dar mais sabor à massa.
  • Depois de misturados os ingredientes, são três os passos fundamentais para uma boa massa: amassar, repousar e estender. É fundamental amassar bem e durante alguns minutos para que o glúten desenvolva e a massa ganhe elasticidade; Deixar a massa repousar à temperatura ambiente para que levede, até dobrar de volume. Por fim estender ou abrir a massa e de preferência com as mãos. Deverá evitar-se o uso do rolo de massa, pois este irá retirar-lhe o ar deixando a massa mais pesada e (...)
(podem ler o artigo completo aqui e ficar a conhecer mais dicas para uma massa de pizza caseira perfeita e também quais os melhores ingredientes para usar numa pizza)



Agora que temos as dicas para a criação de uma boa pizza caseira (recomendo lerem o artigo aqui), vamos colocar as mãos na massa?! A receita que apresento a seguir serve para uma pizza grande ou duas pizzas médias e a escolha dos ingredientes será sempre opcional. A massa é a minha preferida de sempre, preparada na hora e resulta na perfeição. Vamos fazer pizza caseira?!

Pizza Caseira

Ingredientes:
{para a massa}
| 150 g de farinha de trigo s/ fermento
| 50 g de farinha de centeio integral
| 8 g de fermento seco de padeiro
| 5 g de sal
| 1 c. (sopa) de alecrim seco
| 30 ml de azeite virgem extra
| 100 ml de água morna

{opção 1}
| 4 c. (sopa) de molho de tomate
| 2 c. (sopa) de pesto
| 125 g de mozzarella fresco                
| 8 tomates cherry
| oregãos secos
| manjericão fresco 

{opção 2}
| 4 c. (sopa) de molho de tomate
| 125 g de mozzarella fresco
| 100 g de cogumelos frescos
| 8 tomates cherry
| oregãos secos
| manjericão fresco

Preparação:
1 . Numa taça coloque as farinhas. De um lado junte o fermento de padeiro e no lado oposto coloque o sal. Junte o alecrim, o azeite e aos poucos vá adicionando a água morna, enquanto mistura todos os ingredientes.

2 . Transfira a massa para uma bancada e amasse com as mãos durante alguns minutos, até o glúten desenvolver e a massa ganhar alguma elasticidade (em alternativa pode colocar todos os ingredientes na taça da batedeira e amassar alguns minutos). Forme uma bola e coloque numa taça, deixando levedar à temperatura ambiente até a massa dobrar de volume.

3 . Pré-aqueça o forno a 220ºC. Forre com papel vegetal um tabuleiro de forno (em alternativa coloque uma pedra refractária para pizza dentro do forno enquanto este aquece).

4 . Coloque a massa numa bancada ligeiramente enfarinhada. Divida a massa em duas porções e com as mãos, em movimentos circulares, estenda a massa, deixando-a com cerca de 0,5 cm de espessura.

5 . Coloque as bases de massa no tabuleiro e leve ao forno por 2 minutos.

6 . Retire as bases de massa do forno e distribua o molho de tomate sobre a massa, colocando todo o molho ao centro. Com uma colher de sopa e em movimentos circulares, espalhe o molho deixando cerca de 1cm de massa sem molho em toda a volta.

7 . Para a opção 1, distribua o mozzarella e o pesto em pequenos montinhos sobre o molho de tomate. Corte os tomates cherry em metades e distribua sobre o molho.  

8 . Para a opção 2, distribua o mozzarella sobre o molho de tomate. Corte os cogumelos em lâminas e junte ao queijo. Corte os tomates em metades e distribua.

9 . Leve novamente as pizzas ao forno por cerca de 6-7 minutos, o tempo suficiente para que o queijo derreta e a massa fique bem dourada e estaladiça.

10 . Retire as pizzas do forno, regue com um fio de azeite e sirva com oregãos secos e manjericão fresco.  




Espirais com Vegetais, com Chèvre, Nozes e Legumes Assados


Com as temperaturas a aumentar começam a apetecer refeições mais leves e frescas, preparadas com ingredientes frescos e sazonais. Aqui em casa os legumes estão sempre presentes, seja nas sopas, como acompanhamento de um prato principal ou nas saladas mais ricas e elaboradas, que por si só já são servidas como prato principal. Adoro este tipo de saladas, cheias de cor e sabor e que se preparam em poucos minutos. Existe ainda a vantagem de podermos ter as massas já cozinhadas e prontas no frigorífico, bastando adicionar as mesmas aos legumes assados. São ainda perfeitas para levar para a praia ou para um piquenique e para saborear à sombra de uma árvore ou com o som do mar como musica de fundo. Quanto aos legumes, usem os que mais gostarem ou os que tiverem disponíveis no frigorífico. Mas não se esqueçam de adicionar o vinagre balsâmico e um fio de mel para dar um toque caramelizado que fará toda a diferença. O queijo pode ser qualquer um à vossa escolha, mas o chèvre é perfeito para este tipo de saladas.


Para a elaboração desta receita escolhi os Espirais com Vegetais - Fusilli Tricolore - da Nacional. Mas este é o tipo de prato que pode ser preparado com qualquer tipo de massa. Sintam-se à vontade para escolher a vossa massa preferida entre a vasta oferta que a marca oferece. Optei pelos espirais tricolores, feitos à base de tomate e espinafres, porque trazem mais vida e cor ao prato, tornando a salada muito mais apelativa. Para além disso, estas massas cozem em pouco mais de 8-10 minutos e a forma em espiral vai mais facilmente absorver o molho que resulta da assadura dos legumes. São, portanto, as massas ideias para usar nas saladas de Verão.

Esta e outras receitas deliciosas estão disponíveis aqui. Passem pelo site da Nacional e inspirem-se nas sugestões que existem por lá. Fiquem também a conhecer toda a oferta de produtos desta marca de referência e fiquem a par de todas as novidades.





Espirais com Vegetais com Chèvre, Nozes e Legumes Assados

Ingredientes: (para 4 pessoas)
| 1 courgette grande
| 1/2 pimento vermelho
| 2 cenouras médias
| 150 g de cogumelos 
| 6 c. (sopa) de azeite
| 2 c. (sopa) de vinagre balsâmico                           
| 1 fio de mel
| 1 c. (chá) de tomilho seco
| 1 c. (chá) de alho em pó
| sal e pimenta
| 1 queijo Chèvre
| 100 g de nozes
| manjericão fresco

Preparação:
1 . Pré-aqueça o forno a 190ºC.

2 . Corte a courgette e o pimento em pedaços, a cenoura em rodelas e os cogumelos em quartos. Disponha os legumes num tabuleiro, regue com o azeite, o vinagre balsâmico e um fio de mel. Polvilhe com o tomilho e o alho em pó, tempere com sal e pimenta e misture tudo muito bem. Leve ao forno cerca de 20-25 minutos.

3 . Entretanto leve uma panela ao lume com água temperada com sal. Quando levantar fervura junte os Espirais com Vegetais da Nacional e deixe cozinhar durante 10 minutos. Escorra a massa e reserve.

4 . Retire os legumes do forno e transfira-os para uma taça larga juntamente com o molho. Adicione os espirais, o queijo Chèvre cortado em rodelas e as nozes. Envolva tudo e sirva com folhas de manjericão fresco.






Bolo Mil Folhas com Creme Pasteleiro e Framboesas


Quarenta e três voltas ao sol e muita gratidão por completar mais um ano de vida. Ainda que por vezes ache que o "comboio da vida" esteja a andar um pouco rápido de mais, sinto que tenho de agradecer por esta viagem fantástica e por todas as oportunidades que surgem em "cada estação". Tão ou mais importante que chegar ao destino, são os pequenos e bons momentos que surgem durante a viagem. São as pessoas que conhecemos, a familia que construímos, as oportunidades que vivemos. Eu agradeço todos os dias por estar perto das pessoas certas. Aprendi a valorizar o que realmente importa e a relativizar ainda mais as coisas. Aprendi que nada é garantido e nada dura para sempre. Aprendi a gostar e a cuidar mais de mim. Porque afinal o que importa é eu estar bem e sentir-me bem, física e mentalmente, comigo mesmo. Recebo este novo ano de braços abertos e de sorriso estampado no rosto. Obrigado a todos os que fazem parte da minha vida!

Porque o momento é especial e merece de ser celebrado à altura, venho partilhar convosco o bolo que escolhi para festejar o meu aniversário. Quase que vem sendo uma tradição, mas quando eu preciso de uma receita para um momento especial, a Patrícia é sempre a minha inspiração. Quem segue o Coco e Baunilha sabe bem do que eu estou a falar e as receitas falam por si. São perfeitas para momentos especiais e não deixam ninguém indiferente. No ano passado fiz este Paris Brest de Pistácio e Framboesa que nos deliciou cá em casa. Este ano escolhi um bolo mil folhas, preparado com um creme pasteleiro de baunilha de bradar aos céus. O equilíbrio de sabores e o contaste de texturas são fabulosos. A receita é do livro "Baunilha", o primeiro livro de receitas da Patrícia, o livro mais lindo de pastelaria e que todos deveriam ter em casa.






Bolo Mil Folhas com Creme Pasteleiro e Framboesas
(receita do livro "Baunilha" de Patrícia Nascimento)

Ingredientes:
| 3 bases de massa folhada de manteiga
| framboesas p/ decorar
{para o creme pasteleiro}
| 800 ml de leite gordo
| 200 ml de natas
| 6 gemas
| 120 g de amido de milho
| 180 g de açúcar
| 1 vagem de baunilha (ou 2 c. (chá) de pasta de baunilha)
3 folhas de gelatina
{para o glacé}
| 250 g de açúcar em pó
| água qb
| 40 g de chocolate derretido

Preparação:
1 . Comece por preparar o creme. Aqueça o leite com as natas e a vagem de baunilha aberta e as sementes raspadas (ou a pasta de baunilha). Assim que começar a ferver retire do lume e deixe em infusão cerca de 15 minutos. Depois, remova a vagem de baunilha.

2 . Numa taça misture as gemas com o açúcar e o amido de milho até obter um creme liso. Verta o leite quente, pouco a pouco, sem parar de mexer com uma vara de arames. Leve a lume brando até engrossar, mexendo sempre vigorosamente com uma vara de arames.

3 . Entretanto, demolhe as folhas de gelatina em água fria. Retire o creme do lume e adicione a gelatina bem espremida. Mexa vigorosamente com a vara de arames. Reserve o creme num recipiente e cole película aderente por cima para não criar crosta. Deixe arrefecer completamente, mexendo de vez em quando.

4 . Coloque uma base de massa folhada em cima de um tabuleiro forrado com papel vegetal. Pique a massa com um garfo, cubra com papel vegetal e coloque outro tabuleiro por cima de forma a fazer peso. Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC cerca de 10 minutos.

5 . Retire o tabuleiro de cima e deixe mais 10 minutos ou até ficar dourada. Repita a operação para as restantes massas. Usando o aro de uma forma redonda de 21 cm e uma faca com serrilha, recorte 3 círculos iguais de massa folhada e reserve.

6 . Forre a base de uma forma com fundo amovível de 21 cm com papel vegetal. Disponha um círculo de massa folhada no fundo, deite metade do creme pasteleiro e alise. Cubra com outro círculo de massa e deite o restante creme. Alise bem e coloque o último círculo de massa por cima. Leve ao frigorífico enquanto prepara o glacé.

7 . Para o glacé, coloque o açúcar numa taça e junte gotas de água até conseguir formar uma pasta com uma consistência similar ao leite condensado. Espalhe no topo do bolo e alise com uma espátula. 

8 . De seguida, com a ajuda de um saco pasteleiro, desenhe linhas de chocolate derretido paralelas em todo o bolo. Depois, passe com a ponta de um palito no sentido contrário (perpendicular), alternando o sentido em cada linha de forma a obter um padrão. Leve ao frigorífico umas horas para solidificar. Para cortar a fatia use uma faca de serrilha.







Espirais Integrais de Alfarroba com Molho de Abacate e Camarão


A Primavera caminha a passos largos e ainda que existam dias em que ela se mostra um pouco envergonhada, a verdade é que as temperaturas estão agora mais amenas. Não tarda estão aí os longos dias de sol que convidam a sair de casa, a dar um passeio em família no meio da Natureza. Dias que nos levam a pegar na cesta do piquenique, num livro e numa manta e a sair para ir respirar um pouco de ar puro. Depois de tantos meses em confinamento, todos ansiamos e merecemos essa liberdade fora de portas. Dias assim pedem refeições simples e saborosas. Refeições preparadas com ingredientes saudáveis e deliciosos e que não exigem passar muito tempo na cozinha. Quando queremos preparar este tipo de refeições, rápidas e nutritivas, as massas são sempre uma excelente opção, pois para além de nos permitirem usar a criatividade na cozinha, podemos com elas criar combinações e pratos deliciosos que facilmente podemos transportar para qualquer parte.


A sugestão que apresento hoje é uma dessas refeições. Preparada com as novas massas Espirais Integrais com Alfarroba da Nacional, esta é uma refeição que fica pronta em apenas 20 minutos. Combinei o camarão salteado em azeite e alho que liga na perfeição com um cremoso molho de abacate que pode ser transportado num frasco e ser adicionado à massa na hora de servir. Juntei ainda tomates cherry e folhas de manjericão para dar um toque extra de frescura. Esta é também uma refeição óptima para aqueles dias da semana em que não temos muito tempo disponível para cozinhar. Quanto aos Espirais Integrais de Alfarroba, têm o formato ideal para servir com qualquer molho e combinam na perfeição com receitas criativas e coloridas. É uma massa de sabor equilibrado que possui 7 g de fibra, com um ligeiro sabor a alfarroba e que permite criar pratos únicos. Conheçam esta e outras novidades no site da Nacional, onde encontram também esta e outras sugestões deliciosas que vos irão inspirar na cozinha.






Espirais Integrais de Alfarroba com Molho de Abacate e Camarão

Ingredientes: (receita para 4 pessoas)
| 1 dente de alho picado
| 200 g de camarão
| 2 abacates
| 2 c. (sopa) de azeite
| sumo de 1/2 limão                                  
| sal e pimenta qb
| 1 chávena de tomate cherry
| folhas de manjericão

Preparação:
1 . Leve uma panela ao lume com água e sal e deixe levantar fervura. Coza os Espirais Integrais de Alfarroba da Nacional, seguindo as instruções da embalagem. Escorra a massa, reservando uma chávena da água da cozedura.

2 . Leve ao lume uma frigideira com um fio de azeite, junte o dente de alho picado e o camarão. Salteie durante 2-3 minutos e reserve.

3 . Prepare o molho, colocando num processador um abacate em pedaços, o azeite, o sumo de limão, sal e pimenta. Aos poucos vá adicionando a água da cozedura reservada e triture até atingir a consistência desejada. Rectifique os temperos, se necessário.

4 . Corte os tomates cherry em rodelas, o segundo abacate em cubos e coloque numa taça larga. Adicione os espirais de alfarroba, o camarão e regue com o molho de abacate. Misture tudo e sirva com folhas de manjericão.