Galette des Rois de Pistácio e Framboesa


E de repente estamos em 2020! Um virar de página no calendário, o início de uma nova década e toda uma série de novas oportunidades para aproveitar melhor a vida e ir em busca da felicidade. Nem sempre é fácil, pois a felicidade muitas vezes está camuflada ou escondida nas pequenas coisas. Nos momentos relâmpago que tantas vezes nos passam despercebidos. Damos demasiada importância ao que não interessa. Estamos tão preocupados em atingir os nossos objectivos e a chegar ao destino que traçámos, que não aproveitamos os pequenos momentos, não apreciamos a viagem. E quando damos por isso já é tarde, a vida passou e nós deixámos escapar a felicidade. Cabe a cada um de nós fazer com que cada dia valha a pena, manter próximas as pessoas luz e afastar as pessoas tóxicas. Ir ao encontro do que realmente importa, do que nos faz sentir bem. E estar mais vezes com  quem gostamos e com quem nos acrescenta algo. Fazer o bem todos os dias, contribuindo assim de forma positiva e enriquecedora, para as nossas vidas e de quem nos rodeia. Só assim a vida faz sentido.


O ano de 2019 não foi fácil. Quando pensamos que tudo está bem, que a viagem está a tomar o rumo certo, vem a vida relembrar que somos humanos e que não somos heróis. Que não mandamos nada nisto e que também caímos, muitas vezes sem saber porquê. Levamos um soco no estômago e sentimos o mundo desabar. E aos poucos, muito devagarinho, vamos-nos levantando e ganhando forças. Às vezes basta um susto para nos fazer mudar de direcção e assim passarmos a olhar para a vida de forma diferente. E nessas alturas é urgente abrandar e desconectar. Estar próximo de quem amamos e dar importância ao que nos faz realmente felizes. Não sei o que me reserva este novo ano, mas sei que quero vivê-lo mais devagar, quero apreciar e aproveitar cada dia, cuidar mais de mim e dos meus. Sem pressas, sem planos, sem resoluções, apenas viver, um dia de cada vez.

De uma coisa tenho a certeza, vou continuar a cozinhar e a partilhar as minhas receitas. É algo que adoro fazer e que me deixa verdadeiramente feliz. Por isso aqui estou eu com a primeira receita do ano, preparada para celebrar o Dia de Reis e dar por encerrada esta época de festividades. Neste dia é normal haver Bolo Rei para celebrar, mas confesso que já não posso ver bolo rei à frente. O mais provável, havendo ainda sobras, é transformá-las nestes Queques de Bolo Rei ou nestes Pudins de Bolo Rei. Opto assim por receitas diferentes neste dia. Para este ano escolhi algo que adoro, típico nesta altura do ano e muito tradicional na gastronomia francesa. Já havia experimentado antes a Galette des Rois tradicional e também uma versão mais arrojada, esta Galette des Rois de Chocolate e Avelã. Mas não resisti a uma outra versão, partilhada pela querida Patrícia, no seu blog Coco e Baunilha. A combinação de pistácio e framboesa é algo que me desperta os sentidos. E em boa hora fiz esta galette, pois é mesmo deliciosa. Uma conjugação perfeita e equilibrada de sabores que se torna irresistível.






Galette des Rois de Pistácio e Framboesa
(receita adaptada do blog Coco e Baunilha)

Ingredientes:
| 2 bases de massa folhada de compra
| 100 g de amêndoa moída
| 20 g de amido de milho
| 150 g de açúcar em pó
| 125 g de manteiga fria
| 2 ovos
| 1 c. (sopa) de pasta de pistácio*
| 1 c. (chá) de pasta de baunilha
| 80 g de framboesas
| 1 gema
| 1 c. (sopa) de água
| xarope de Agave para pincelar

*Nota: caso não encontre a pasta de pistácio à venda, basta adicionar 75 g de pistácios salgados e sem a casca à amêndoa moída no passo 1. da receita e triturar.

Preparação:
1 . Num processador de alimentos triture a amêndoa, o amido de milho e o açúcar em pó. Junte a manteiga fria, em cubos, e volte a triturar até obter uma mistura areada.

2 . Adicione os ovos, a pasta de pistácio, a baunilha e misture até ficar homogéneo. Reserve no frigorífico até usar.

3 . Disponha uma das bases de massa folhada sobre um tabuleiro e com a ajuda de uma forma, recorte um círculo com cerca de 26 cm. Descarte o excedente de massa.

4 . Espalhe e alise o creme de pistácio sobre a massa folhada, deixando uma margem de 2 cm em toda a volta. Espalhe por cima as framboesas e pressione-as ligeiramente para ficarem submersas na massa.

5 . Misture a gema de ovo com a água e pincele a margem de massa que não tem o creme.

6 . Recorte o segundo círculo de massa folhada, este ligeiramente maior que o primeiro, com cerca de 27 cm. Disponha o círculo de massa sobre o creme, centrado com o primeiro círculo. Pressione ligeiramente em toda a volta com os dedos, por forma a selar as massas.

7 . Pincele a superfície da galette com a mistura de gema e água e reserve no frigorífico durante 1 hora.

8 . Pincele novamente a galette com a gema e com as costas de uma faca faça alguns desenhos a gosto. Faça um ou dois furos na superfície para a libertação de vapores.

9 . Pré-aqueça o forno a 200ºC e entretanto reserve a galette no frigorífico.

10. Leve a galette ao forno durante cerca de 35-40 minutos, até ficar bem dourada. Se necessário baixe a temperatura para os 180ºC a meio da cozedura. Retire a galette do forno e pincele com xarope de Agave.







3 comentários:

  1. Ficou linda! Não esquecer que a Galette des Rois deve ser cortada consoante o número de convivas à mesa com uma fatia a mais! As fatias devem ser destinadas a cada um dos presentes, sendo o elemento mais novo que decide qual a fatia que cabe a cada um. A fatia extra é para oferecer a um vizinho ou, melhor ainda a um sem-abrigo. Feliz Ano Novo com muitas experiências e partilhas por aqui. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Este plano fotográfico está top! Está de parabéns. Apetece mesmo comer!

    ResponderEliminar
  3. Que bonita!
    Adoro a elegância das tuas receitas, sempre fantásticas... És uma inspiração para outros blogues, acredita!

    Abraço

    ResponderEliminar